Press News & Events

EPGFA: Reformulação das metodologias de ensino

Segunda-feira, Outubro 26, 2020 - 11:10
Publicação
Executive Digest

Com quase 13 anos de experiência, a Escola de Pós-Graduação e Formação Avançada (EPGFA) da Faculdade de Ciências Humanas da Universidade Católica Portuguesa reúne a formação avançada para executivos, as pós-graduações, as formações à medida e os serviços de consultoria, actuando em diferentes áreas como a Comunicação Estratégica e Cultura Organizacional, Marketing de Conteúdos, Comunicação e Transformação Digital, Comunicação de Crise, Psicologia e Gestão de Pessoas, Filosofia, Economia e Empreendedorismo Social, Educação e Formação e Arte e Cultura.

Após um ano à frente da EPGFA, Nuno Goulart Brandão, coordenador da escola, faz um balanço claramente positivo deste período que permitiu «concretizar um objectivo muito importante na afirmação, na diferenciação e no desenvolvimento da escola», com uma abordagem inovadora e com a garantia de mais-valias significativas no campo académico e no desenvolvimento profissional dos formandos. Este ano, «aumentámos a nossa oferta formativa em diversas áreas, onde sentíamos existir uma procura crescente e que se confirmava haver uma lacuna no mercado, e verificámos também um crescimento superior a 50% no número de alunos a frequentar os nossos programas» de pós- -graduação e formação avançada.

Com o objectivo de reformular as suas metodologias de ensino em contexto de pandemia, a oferta formativa da EPGFA para o ano lectivo 2020-2021, combina já programas leccionados em regime presencial com programas leccionados no modelo de ensino à distância. Isto permite demonstrar aos alunos, docentes e colaboradores, o seu compromisso e respeito pela saúde e segurança de toda a comunidade académica.

Quais as expectativas que tem em relação ao ano lectivo de 2020- 2021? Há um desafio acrescido em relação aos anos anteriores pela situação presente?

A Escola de Pós-Graduação e Formação Avançada tem vindo a crescer de modo sustentado, tendo mesmo aumentado o número de alunos no ano lectivo anterior de 2019-2020 em cerca de 50% em comparação com o ano anterior. Para o ano lectivo 2020-2021 temos como objectivo continuar a crescer não só no número de formandos, mas também no número de cursos, indo ao encontro das necessidades e expectativas do mercado empresarial.

Quanto à situação que vivemos presentemente, o Campus de Lisboa da UCP recebeu o selo COVID SAFE, atribuído pela APCER, o que é uma garantia do cumprimento das orientações das autoridades sanitárias e de trabalho relativamente à saúde e segurança no contexto da pandemia. Iremos assim enfrentar os novos desafios impostos com determinação, de modo a que, mesmo que tendo de alterar metodologias de ensino, consigamos manter as nossas formações e permitir aos nossos estudantes alcançar os seus objectivos. Estaremos, igualmente, preparados para encontrarmos, se for necessário, soluções alternativas de funcionamento combinando ou adaptando o ensino para formatos de blended learning, tal como já aconteceu no ano lectivo anterior, e sem que isso coloque em causa a qualidade do nosso ensino e o enorme entusiasmo e disponibilidade dos nossos docentes, algo que nos caracteriza e distingue.

A aposta em novas formações avançadas relacionadas com Liderança, Inovação Interna ou Inteligência Emocional deveu-se a que factores? Pretende-se chegar a um target com maior experiência profissional?

A aposta nas formações avançadas é algo que se iniciou em 2019. Visa-se assim, gerar e desenvolver competências que sentimos como necessárias para a academia e para o mercado empresarial. Por outro lado, contamos com empresas parceiras que nos fazem chegar retratos das suas necessidades às quais damos resposta em colaboração com essas mesmas organizações. São os casos das formações avançadas em Audiovisual, Rádio, Inteligência Emocional, Gestão de Reputação e Comunicação de Crise, Design de Serviços, Mobile Marketing, Alta Performance em Técnicas de Comunicação Oral e Comunicação e Moda.

As nossas formações avançadas combinam, deste modo, a geração de competências que são necessárias para quem quer chegar ou acaba de chegar ao mercado de trabalho, mas também para quem, no âmbito das suas funções actuais, necessita de novos enquadramentos científicos e empresariais para o desenvolvimento das suas actividades profissionais. Daí, actualmente, termos um crescimento acentuado de formandos com longa experiência profissional em áreas muito relevantes que nos procuram precisamente para desenvolverem e adquirirem novas competências para as poderem, posteriormente, aplicar nas organizações onde trabalham. Esta aposta nas formações avançadas que temos efectuado tem levado, inclusive, a uma maior sustentação e desenvolvimento de oferta de formação customizada. Neste momento, já estamos preparados para adaptarmos alguns dos nossos programas de formação avançada à medida das organizações que nos procuram para assegurar a formação dos seus colaboradores.

Houve uma reformulação na metodologia de leccionação de alguns programas com a adaptação para o blended learning e com a criação de novos cursos com este tipo de ensino. Fale-nos um pouco sobre isso.

A pandemia que vivemos actualmente levou-nos a maiores tempos de incerteza, mas também originou o desenvolvimento de novas soluções e oportunidades de ensino pós-graduado. A Escola de Pós-Graduação e Formação Avançada da FCH tem vindo a dar resposta com a criação de novas formações em regime b-learning, bem como com a reformulação da metodologia de leccionação de alguns programas já existentes.

Em termos de ensino em regime b-learning, antes mesmo da pandemia, já tínhamos em funcionamento duas pós-graduações neste modelo. São os casos da pós-graduação em Livro Infantil, que vai já neste ano lectivo para a sua 13.ª edição, e a pós-graduação em Filosofia para Crianças e Jovens que vai para a sua 3.ª edição. Como nova proposta formativa em regime b-learning, destaca-se a formação avançada em Comunicação e Moda que será lançada em Janeiro de 2021.

Quanto às formações que reformulámos para a metodologia de leccionação em regime blended learning destacam-se as pós-graduações em Comunicação em Saúde Pública, Sistema de Promoção e Protecção de Crianças e Jovens e Mediação Familiar.

Em suma, dos mais de 20 programas que compõem a actual oferta formativa da Escola de Pós- -Graduação e Formação Avançada da FCH, seis destes programas serão leccionados em 2020-2021, em regime blended learning.

Ler a entrevista na Executive Digest aqui