Cérebro, Emoção e Cognição em Contexto Económico

5 ECTs / Semestral / Inglês

Tem-se assistido nas últimas 3 décadas a grande progresso nas neurociências cognitivas e afetivas. As ciências econômicas, constatando que muitos dos seus modelos não preveem eficazmente o comportamento na vida real (por ex. decisões de consumo e de carreira, opções na gestão de recursos humanos) procuram agora insights nas primeiras. Os modelos económicos tradicionais partem do pressuposto de que os indivíduos fazem escolhas informadas, conscientes e deliberadas. As neurociências fornecem uma compreensão mais profunda das bases motivacionais das ações humanas, elucidando as ciências económicas acerca dos processos emocionais subjacentes a muitas instâncias de tomada de decisão - assumidas no passado como conscientes e "racionais". Assim, a UC oferece uma panóplia de informações (teoria, métodos e aplicações) para consultores de carreira e cientistas sociais e quem trabalha com os media, o marketing, a computação e tecnologias da informação, os recursos humanos, a gestão empresarial.

Docentes

Professor Auxiliar
Professora Auxiliar, Coordenadora da Área científica de Psicologia, membro do Conselho de Direção do Católica Research Centre for Psychological, Family and…