Jorge Vaz de Carvalho

Professor Auxiliar
Licenciado em Literaturas Modernas pela Faculdade de Letras da Universidade Clássica de Lisboa, Mestre em Literaturas Comparadas pela Universidade Nova de Lisboa e Doutorado em Estudos de Cultura pela Universidade Católica Portuguesa. O seu trabalho literário inclui obras de poesia (A Lenta Rendição da Luz), conto, ensaio (sobretudo, Jorge de Sena, Prémio PEN Clube 2010 e Prémio Jorge de Sena 2011) e tradução (Ciência Nova de Giambattista Vico, Prémio de Tradução Científica e Técnica FCT/União Latina 2006; Canções de Inocência e de Experiência de William Blake; Vida Nova de Dante Alighieri; obras de Umberto Eco; George Steiner, Tolstoi ou Dostoievski; Ulysses de James Joyce (Grande Prémio de Tradução Literária APT/SPA 2015); Emma de Jane Austen. Foi Diretor da Orquestra Nacional do Porto, entre 1999 e 2006, tendo liderado o processo de construção da formação sinfónica e, entre 2005 e 2007, Diretor do Instituto das Artes. É professor da Faculdade de Ciências Humanas (FCH) da Universidade Católica Portuguesa.