Indústrias Criativas: Teoria e Prática

6 ECTs / Semestral / Português

Esta disciplina tem como objetivo oferecer aos alunos informações sobre as novas tendências de desenvolvimento económico e cultural em Portugal, na Europa e no Mundo: as Indústrias Criativas. Desde o olhar apocalíptico da Escola de Frankfurt ('indústria cultural'), passando pela abordagem mais lata de Bernard Miège ('Indústrias Culturais'), até às iniciativas do Governo Inglês em 1997 ('Indústrias Criativas'), a presente unidade curricular tem como objetivo analisar, criticamente, as produções e práticas culturais das sociedades contemporâneas. Identificadas como componentes essenciais das economias nacionais, as indústrias criativas organizam-se em sectores de atividade que passaram da periferia para os centros das cidades e que têm por base o talento individual e coletivo. Partindo destes pressupostos, os conteúdos programáticos permitem o estudo de diferentes e complementares abordagens ao tema através de uma exploração teórica contextual fundada em ideias/conceitos como modernidade, metrópole e urbanismo, assim como de uma exploração empírica, através da análise de casos atuais a nível nacional e internacional.

Docentes

Professor Auxiliar
Pós-Doutorada em Ciências da Comunicação pela Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo (2015) e Doutorada na mesma área, com a tese "A…