Bolsas de Mérito

 

Na Faculdade de Ciências Humanas, os alunos que demonstrem um elevado desempenho académico são premiados anualmente com Prémios de Excelência e Bolsas.

Este programa de Bolsas e Prémios é aberto a qualquer aluno que cumpra as condições estabelecidas no regulamento.

 

Quais são as condições para obter um Prémio de Excelência na FCH?


1.º Ano

  • O «Prémio de Excelência» será atribuído a todos os candidatos admitidos, no regime geral, aos Cursos de Licenciatura da FCH com nota de candidatura igual ou superior a 17,00 valores, e consistirá na isenção total de pagamento de propinas durante a frequência do 1.º ano da respetiva Licenciatura.
     

2.º e 3.º Anos

  • O «Prémio de Excelência» será também atribuído aos três melhores alunos dos 1.º e 2.º anos da Licenciatura em Comunicação Social e Cultural, e ao melhor aluno dos 1.º e 2.º anos das restantes Licenciaturas da FCH;
     
  • Para além disso, os alunos terão de transitar de ano escolar com nota igual ou superior a 17,00 valores e, cumulativamente, cumprido a totalidade do plano de estudos anual em que se inscreveram, num mínimo de 50 ECTS.

 

Como funciona a atribuição dos Prémios de Excelência?
 

  • As bolsas são atribuídas anualmente a todos os alunos que cumpram os requisitos, em termos de avaliação e ECTS;
  • As bolsas são atribuídas automaticamente não sendo, por isso, necessária candidatura ao programa de bolsas;
  • A atribuição dos Prémios de Excelência é anual, pelo que um aluno que não tenha bolsa num determinado ano passará automaticamente a ter bolsa no ano seguinte se o seu desempenho cumprir os requisitos estipulados no Programa.
     

CONSULTE O REGULAMENTO

 

  

Bolsas de Ação Social da Universidade Católica Portuguesa


O Gabinete de Apoio ao Aluno (GAPA) da Universidade Católica Portuguesa apoia alunos em situações de carência económica através de Redução ou Isenção de Propinas.

 

Testemunho

Natacha Santos

Assistente Social
Comunidade Vida e Paz
“O mergulhar no terreno, com os estágios que tive oportunidade de realizar permitiu, pouco a pouco, perceber a relação indissociável entre a teoria e a prática e, como se influenciam mutuamente.”