Licenciatura em Línguas Estrangeiras Aplicadas


Candidaturas | Ano letivo 2018-2019
 

Condições:

Podem candidatar-se os alunos que, em 2017-2018, frequentam o 1.º e 2.º ano de Licenciatura. A condição necessária para a realização do Programa Erasmus+ é estarem inscritos, pelo menos, no 2.º ano curricular, no ano letivo da mobilidade.
 

Critérios de Seleção:

Os critérios de seleção são estabelecidos pela Coordenadora do Programa Erasmus+ para a Faculdade de Ciências Humanas, depois de consultados os Coordenadores das Áreas Científicas e de Curso.

Os candidatos serão selecionados em conformidade com os seguintes critérios, sendo a sua ordem decrescente:

  1. Classificação média de todas as cadeiras feitas na altura da candidatura;
     
  2. Classificação média na disciplina da língua do país em que pretendam estudar;
     
  3. Grau de maturidade, natureza e motivação para a mobilidade Erasmus.
     

Entrevista

Submeter-se-ão os candidatos a uma entrevista em língua estrangeira sempre que dois ou mais candidatos se encontrem, após as estratégias de seleção descritas nos pontos (1.) e (2.), em absoluta igualdade de circunstâncias.


Procedimentos:

Os alunos interessados em candidatar-se devem preencher o formulário e realizar a sua candidatura, via e-mail, para o endereço do secretariado Erasmus da FCH (c.santos@fch.lisboa.ucp.pt), até 18 de fevereiro de 2018.

Os seguintes documentos devem ser enviados juntamente com o formulário, sem os quais o processo não será aceite:

  • Curriculum Vitae;
     
  • Carta de motivação a justificar a sua candidatura (máximo de 10 linhas, a espaço e meio).


Lista de Universidades          Tabela de Bolsas Erasmus

Programa Erasmus +| Apoio financeiro para pessoas com necessidades especiais

 

Testemunho

Ana Vilar

Consultora e Fundadora
Little Pink Riding Hood, The Netherlands
“(…) retirei muitos conhecimentos que, até hoje, têm sido úteis em todo o percurso da minha experiência profissional, nomeadamente toda a flexibilidade e adaptabilidade que nos incute, já que toca várias áreas. Essa pluridisciplinaridade tem sido fundamental para que eu possa avançar nos meus projetos pessoais com mais autonomia e mais confiança (…).”